Sobre as principais fontes de dados para validação

Realizar um processo de background check minucioso requer consultas em diversas fontes de dados, públicas e privadas, para garantir maior segurança às suas operações e aos seus usuários finais. Porém, nem sempre as empresas conseguem ter visibilidade sobre quais seriam as fontes mais adequadas para as suas necessidades ou que tipo de informação consultar em cada uma delas. Abaixo, colocamos os principais lugares onde você pode realizar validações, em ordem alfabética: 

Banco Nacional de Mandados de Prisão (BNMP): sistema pertencente ao Conselho Nacional de Justiça, informa a existência de mandados de prisão em aberto. 

Departamento Nacional de Trânsito (DENATRAN): principal órgão do Sistema Nacional de Trânsito, o DENATRAN é uma das fontes que podem ser utilizadas para verificar dados de uma CNH – nele, você pode checar informações como nome, categoria e informações sobre o veículo do condutor. 

Departamento de Trânsito (DETRAN): presente em todos os estados brasileiros, o DETRAN é um órgão do poder executivo estadual, responsável por emitir carteiras de motoristas e fiscalizar o trânsito. Nele, é possível checar infrações relacionadas à Carteira Nacional de Habilitação (CNH), à placa do veículo e também sobre a autenticidade da CNH apresentada. 

Instituto de Estudos de Protestos de Títulos do Brasil (IEPTB): associação de cartórios que registram informações referentes a pendências financeiras que sofreram protesto. 

Juntas comerciais: órgão onde podem ser consultados os registros das Sociedades Empresariais. 

Polícia Civil: responsável pela segurança pública nos estados brasileiros, a Polícia Civil emite certidões negativas de antecedentes criminais. 

Polícia Federal: órgão federal que atua em prol de bens e interesses da União, emite registro negativo de antecedentes criminais. 

Polícia Rodoviária Federal (PRF): o sistema da PRF agrega informações sobre infrações cometidas nas rodovias federais. 

Receita Federal: Órgão que administra tributos federais, é a fonte principal de verificação de situação cadastral para CPF e CNPJ. Além de informações como a validade do CNPJ e a pessoa física atrelada a ele, também é possível checar informações como dívidas ativas. 

Registro Nacional do Transporte Rodoviário de Carga: fonte utilizada para validar autorização de transporte de cargas em território nacional.

SERASA: fonte de informações privada, é uma das principais utilizadas para verificar situação de inadimplentes.

SERPRO: Uma das fontes mais utilizadas para validação de CNH, a SERPRO avalia se as informações no documento apresentado são equivalentes aos dos documentos disponíveis em bases públicas do governo. 

Sistema Nacional de Segurança Pública (SINESP): portal conjunto do Ministério da Justiça e Ministério da Segurança Pública, onde é possível consultar informações sobre veículos roubados (como marca, modelo e registro do roubo). 

Tribunais de Justiça: É responsabilidade do tribunal de justiça julgar as causas que não se enquadram na justiça especializada – portanto, as informações que constam aqui são de processos existentes na justiça comum e que foram para a segunda instância. 

Tribunal Regional Federal: O TRF é responsável pelas causas em segunda instância onde a União, suas autarquias e empresas públicas federais estão envolvidas. Nessa fonte, você pode consultar processos que estejam dentro desse cenário. 

Agora que você já conhece quais são algumas das principais fontes de validação de dados nacionais, que tal utilizar o nosso gerador de background check para checar quais delas são as mais adequadas para o seu modelo de negócio?

Por Karina Menezes

Relacionados
Já explicamos em outros textos o que é um procedimento de background check, as leis [...] Leia mais
Realizar o procedimento de background check em potenciais parceiros, clientes e colaboradores é uma forma [...] Leia mais
Carros compartilhados, novas formas de oferecer acomodações e hospedagem, plataformas que possibilitam maior inovação na [...] Leia mais